segunda-feira, 26 de maio de 2008


Sou a favor da eutanásia também no amor.

O fim sem dor, com dignidade...

Com os devidos cuidados paliativos.

7 comentários:

Anónimo disse...

Mas é tão dificil morrer por amor...mas doi igualmente tanto descobrir que não se morre fisicamente por amor....'morrer por ser preciso, nunca por chegar ao fim....'

Maguetas disse...

Era bom que fosse assim tão simples! O problema é que, tal como a palavra o define, não conseguimos eutanasiar-nos a nós mesmos, ou a uma parte de nós! É por isso que tem de vir sempre alguém limpar a dor, juntar os cacos...
O amor morre, ou transforma-se, é mutável, tem consistência de esponja nas mãos de menino... mas a experiência vivida é o que faz de nós quem somos, como um puzzle construído aos bocadinhos, peça por peça...

fernando neves disse...

Não é uma combiação de palavras que encontre sentido eutanásia e amor. morrer por amor e morrer de amores qualificam a dedicação de uma vida a um amor qe vale tanto como a própria vida.
Eutanásia é dar um fim ao sofrimento e a uma vida que já não pode ser vivida como até então, e como tal perde todo o sentido.
MaS SE EXISTE AMOR é uma força de vida de conquista de bem estar de desejo de ser melhor de ter uma luz interior e partilhar tudo de bom e de mau. não amar ou ter medo de amar é que nos mata por dentro e nos tira o brilho de viver.
vale a pena viver por amor e para amar.

P.S.adoro a musica do Blog Parabéns Vocas

Anónimo disse...

Lindo! Que idéia fantástica! No fim do amor terminar a relação de uma forma eutanásica, sem sofrimentos, com dignidade e respeito. Se pensássemos e agissemos todos assim... Parabéns, Ivone!

mar disse...

Amei :)
Parabéns amiga, o teu blog está repleto de pensamentos, sentimentos e boas sensações. Sabe bem ler todos os bocadinhos.
Beijos

Rute Xana disse...

Sim, o fim sem dor...
Se um conseguisse,
Se o outro quisesse,
Se ambos soubessem que esse é o melhor caminho.
Diziam: tenho que ir; desculpa!

Chokoku-ka disse...

Estou estupidamente embasbacado! Estou a gostar imenso deste blog!

Já me tornei assiduo! Não devo comentar, sou vigilante de vários blogs e raramente comento!

Parabéns e beijos gigantes...