sexta-feira, 24 de julho de 2009

Hoje é um dia triste...
O vazio ocupou todos os espaços
e na casa grande e deserta
resta agora apenas o eco dos passos...

Hoje é um dia triste...
duplamente triste...
preciso o teu colo mais do que nunca
só para ficar assim... calada

4 comentários:

Mag disse...

Hoje é dia de partida... há-de vir o dia da chegada... a vida vai-se ritmando continuamente, não dá para "saltar do carrocel", mesmo que às vezes nos apeteça.
Preenche o vazio com melodia. Preenche com o eco da tua voz, dos teus pequenos mimos a ti mesma.
E preenche-o connosco, tua família, que te amamos muito!
Mil beijos

Anónimo disse...

Muito gostava eu de saber quem é esse besta de quem tu gostas e que te magoa tanto...
Deixa princesa, que a vida dá muitas voltas e quem te faz mal há-de pagar em dobro.
Beijo

Mafalda Nazaré disse...

Os anónimos escrevem sob uma capa muito desagradável. Anónimo é tudo o que não se deve ser.
Será que nunca lhe passou pela cabeça, Sr ou Sra "anónimo" que não haja ninguém que a magoa? Será que não percebe que o vazio e a dor, são muitas vezes causados pela perda de alguém? Morte, doença, sabe o que isso é?

Miguel Flip disse...

Anonimato ou cobardia andam sempre de mãos dadas.
Abreijos
MF