segunda-feira, 26 de abril de 2010


Li há pouco tempo que se amarmos seremos amados, se dermos receberemos...
Será?!
E se magoarmos seremos magoados?
Nah... já viram como seria a Vida justa se assim fosse?

12 comentários:

Anónimo disse...

Fartei-me de rir com a tua última frase!
Uma ironia, certo?
A vida não é justa. Já diz o povo que os sacanas têm sorte.
Por isso não acredito nada nessa história que colhemos aquilo que semeámos.
Senão, pensa em todos aqueles que te magoaram e vê como vai a vida deles.
Bjs,

Diogo disse...

Dizes bem, se assim fosse a vida seria justa. Muitas vezes damos muito de nós e nada recebemos. Somos magoados sem magoarmos...interrogamo-nos porque é que isto nos acontece. Acho que isso acontece precisamente por darmos demasiado a quem não merece.

Anónimo disse...

Eu ainda sou ingénuo e acredito que há dois grupos: O grupo dos que acredita na 1ª parte e vai encontrando exemplos de que é "lei" universal; e o grupo dos que se estão "marinbando" para estas tretas, e a esses parece aplicar-se a 2º parte do texto.
bjs
Beto

Anónimo disse...

porque é que não aproveitam a primavera?

Anónimo disse...

O anónimo de cima não deve ser frequentador de blogues.
Se o seu interesse é outro que não a leitura dedique-se à pesca.
Volatando ao que interessa, também li há algum tempo algo sobre a rotatividade daquilo que fazíamos, do tipo "colhemos o que semeamos" como disse o primeiro comentário.
Dizia também era que muitas vezes esse retorno chega tanto tempo depois que a própria pessoa não o associa como consequência dos seus actos.
Bjs, Filipa

Anónimo disse...

Existe um filme sobre isso, já muito antigo. Parece que desde sempre o Ser Humano acredita nessa teoria que tudo o que fazemos nos é devolvido.
Beijos,
Ricardo

A.Areias disse...

Eu pauto a minha vida por partilhar, amar, estar, dar e ser, mesmo que nunca venha a ter esse retorno. Sinto que sou um melhor Ser Humano se o fizer genuinamente. Não espero nada de volta, por isso, um simples sorriso vale mais que toda a fortuna do Mundo!
Beijo

Anónimo disse...

Caro André, dar sem nunca receber um carinho, um sorriso ( como diz ), uma mão, um gesto...é muito desgastante! Todos nós gostamos de ser acarinhados, daí a filosofia do retorno. É inverosímil que o Ser Humano, não por ser altruista mas precisamente pelo contrário, também gosta de dar, fá-lo sentir-se bem. Mas receber é igualmente uma massagem de alma, tão necessária.
Belo tema, querida Vocas!
Pedro

Anónimo disse...

ninguém dá sem esperar em troca,obviamente.
talvez a grande excepção seja o que damos a um filho. Aí de facto a relação não é de simetria.
De resto quem é que daria anonimamente a uma paixão??

São disse...

Não postar um comentário, não quer dizer que não venho cá de vez em quando espreitar a tua alma.
Tenho noção que durante toda a minha vida tenho semeado muito mais do que colho, mas não reclamo. Sou feliz assim, tenho um prazer enorme em dar.
Só me irrita mesmo quando sinto que me utilizam...
Beijos enormes da São

Mag disse...

Quando se dá sem esperar retorno, a alma não fica a seco... porque semear É colher!

Anónimo disse...

Eu acredito no Karma, stora!
Tambem naquela expressao "Colhemos aquilo que semeamos"... mas também acho que é uma má acção quando agimos bem so para atingir um determinado objectivo!
Temos de agir é com naturalidadji! :D
A ultima frase fala tanto de si *.*
mais ainda do que tudo o resto!
Cada a coisa a seu tempo, o que tiver de acontecer... acontece! Ás vezes é tao massacrante ver que aqueles sacanas só nos fazem mal e têm melhor vida que nos... Sinceramente, acho que o Universo ta a tratar de equilibrar as coisas.
Bem, ta aí o meu ponto de vista storaa! :D
Beijinho grande, tenho muitas saudades <3
RITA *