sábado, 27 de junho de 2009



Era longe quando te soube dentro de mim...

Em terras distantes comprei-te umas meias verdes e abracei-te até hoje...

Quando nasceste trazias a boca desenhada de teu avô e como ele quero ver-te sorrir sempre, ainda que por vezes não seja fácil sorrir...

Levo-te ao colo para o mundo dos adultos onde terei que te largar... devagar... a passos lentos... com todo o tempo do mundo...

Celebro contigo cada som, cada verso, cada cheiro, cor ou traço... de tanto te amar e mais ainda!

Obrigada, filho!

3 comentários:

Este Blogue precisa de um nome disse...

Adorei este texto...emocionou-me!!!

2ora disse...

Parabéns!
Tens o privilégio e a sorte de ter 2 filhos absolutamente fantásticos, mas (e o Martim vai perdoar-me), o Frederico merece realmente tudo... E, ainda assim, será sempre pouco.
O post está lindo.
Beijinhos aos 3

Anónimo disse...

Stora, vou deixar aqui uma sugestão, espero que goste:
* Pôr no blog, uma musica tocada pla banda do seu filho (NACL). ;]

Beijos,
~ RitaL